player

» » » » » Telões começam a ser instalados

As vésperas de anunciar o novo detalhamento do progresso de construção do projeto da Arena das Dunas, a empreiteira responsável pela construção da praça de esportes que vai abrigar os jogos da Copa do Mundo, em Natal, iniciou a instalação dos placares eletrônicos do estádio. Os serviços foram iniciados ontem com a implantação do telão no setor sudeste e devem ser encerrados até sábado, com a instalação do segundo telão a noroeste da arena.
Além dos placares também já foram iniciados a instalação dos refletores do estádio. No total serão implantados 306 peças para  iluminação do campo de jogo, cada uma terá a potência de 800 Kwatts. Todos os refletores do setor Oeste do estádio, o mais adiantado, já estão instalados, os serviços agora estão sendo realizados no lado leste, voltado para o lado da BR-101. 

“O sistema de iluminação exigido pela Fifa é top de linha, ele é concebido para realização de transmissão das partidas em ‘3 D’, ou seja em altíssima resolução”, afirmou o presidente do consórcio Arena das Dunas, o engenheiro Charles Maia.
Com relação aos telões, Charles ressaltou que apenas a base para implantação do placar eletrônico  a noroeste da Arena das Dunas está implantada, faltando ainda a montagem do telão, que não irá deixar a desejar para o de nenhum outro estádio montado para realização de jogos da Copa do Mundo no Brasil. “A resolução desses telões também serão de alta definição. Para que você tenha uma ideia do que estou falando, ele terá capacidade de mostrar algo em torno de 280 trilhões de cores”, informou Charles.

A estrutura de cada telão conta com 60 metros quadrados, sendo  12 metros de comprimento, com   5 metros de altura. As telas são todas composta em LED, sistema capaz de mostrar imagens em cores vivas independente da quantidade de iluminação externa que estiver incidindo sobre a tela no momento. 

Para sustentar todo esse aparato de iluminação e tecnologia, a Arena das Dunas está equipada com quatro geradores de 750 KVA, cada, que vão garantir a iluminação ampla do estádio. Eles estarão interligados a uma central de “no break” que irá ser acionada no momento que seja registrada qualquer queda de energia.
“Quem estiver dentro da Arena das Dunas num momento que ocorrer uma queda de energia na cidade ou no bairro, não irá nem perceber. Com essa central de geradores e com o ‘no break’ o torcedor sequer verá os refletores do estádio ou os telões piscarem”, destacou Charles Maia.

Em caso de queda de energia em dia de jogos, apenas parte do sistema de ar-condicionado e uma parte da iluminação externa, que não seja considerada de emergência, ficarão sem funcionar. No mais, todo resto continuará em funcionamento normal para garantir a manutenção do espetáculo e a segurança do torcedor.
Fonte: Tribuna do Norte

Postado por FM Boa Saúde

FM Boa Saúde a rádio que deixa você bem informado.
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta